terça-feira, 19 de julho de 2011

Atividades de História Moderna - Renascimento

Questões de Vestibular: História - Moderna - Renascimento

Questão 1: (UNAMA/PA) “Humanismo é uma palavra inventada no século XIX para descrever o programa de estudos, e seu condicionamento de pensamento e expressão, que era conhecido desde o final do século XV”. HALE, John. Dicionário do renascimento italiano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1988. p. 187. De acordo com o trecho anterior, e por meio de seus estudos históricos, é correto afirmar que o programa humanista:
A - Era encabeçado por reis e papas (os mecenas), os quais auxiliavam, humanitariamente, os artistas do século XIX a compreender as formas artísticas do Renascimento.
B - Atrelava-se ao modo de pensar renascentista, no qual o homem e a natureza passavam a ser valorizados na construção do conhecimento mundano.
C - Era marcado por uma valorização de temas naturalistas, opondo-se aos temas religiosos e sua ligação e proximidade com a Igreja católica e a protestante do século XIX.
D - Constituía-se por uma aproximação com o mundo grego e romano, valorizando o equilíbrio das formas e proporções, num exemplo de arte barroca (humanista) do século XV.

Questão 2: (UEMS) A terra se move! Devido a sua descoberta, é perseguido pela Igreja e, já septuagenário, retrata-se, afirmando que não acreditava na possibilidade de a Terra girar em torno do Sol. O texto refere-se a:
A - Galileu Galilei;
B - Ludwig van Beethoven;
C - Adam Smith;
D - Isaac Newton;
E - Immanuel Kant.

Questão 3: (UFES) A imagem do “Homem Vitruviano” é uma representação elaborada no final do século XV por Leonardo da Vinci e exprime o antropocentrismo e a harmonia das formas que caracterizaram as obras artísticas do período renascentista. Sobre o renascimento, não é correto afirmar que:
A - um dos seus principais fundamentos intelectuais foi o Humanismo, concepção segundo a qual o homem deveria ser valorizado como o epicentro do mundo e da história, como havia ocorrido na Antiguidade Clássica.
B - o estudo do homem e da natureza, nesse período, fundamentava-se no espírito crítico, o que possibilitou o desenvolvimento do pensamento científico, como se comprova na defesa da teoria heliocêntrica por Nicolau de Cusa e Nicolau Copérnico.
C - os homens da época tenderam a valorizar a produção artística e intelectual das civilizações do Oriente Médio, especialmente a egípcia e a mesopotâmica, pela conexão que estas guardavam com a história hebraica descrita na Bíblia.
D - um dos seus maiores expoentes foi Leonardo da Vinci, um modelo do intelectual renascentista, pelo fato de se ter dedicado a múltiplas áreas do conhecimento, como, por exemplo, à Anatomia, à Física e à Botânica, além de à Pintura.
E - o termo “Renascimento” designa uma modalidade de expressão intelectual urbana e burguesa originária da Península Itálica, que se constituiu a partir do sincretismo entre a Cultura Clássica e a tradição judaico-critã.

Questão 4: (UDESC) Sobre o Renascimento, assinale a alternativa correta:
A - As chamadas grandes navegações não mantinham relação com o mundo renascentista.
B - Foi um movimento que coincidiu com a falência do Estado Absolutista.
C - Houve o envolvimento de todas as camadas, principalmente dos segmentos mais populares.
D - A fé era a medida de todas as coisas.
E - Inspirados nos valores greco-romanos, os artistas criaram uma arte inovadora.

Questão 5: (UNEMAT/MT) A última grande novidade do mercado editorial é o polêmico livro do escritor Dan Bramw chamado Código Da Vinci. No centro dessa obra, encontra-se a vida de Jesus Cristo e a obra do pintor italiano Leonardo da Vinci. Quem estuda história sabe muito bem a importância deste pintor para o desenvolvimento da arte e da ciência, pois ele é o expoente máximo de um período histórico bem definido. Assinale a alternativa que descreve esse período:
A - O iluminismo, movimento intelectual e cultural que pregava o racionalismo e a ciência como alavanca do progresso da humanidade.
B - O Renascimento, movimento intelectual e cultural que desejava recuperar a cultura greco-romana.
C - O Racionalismo, movimento intelectual e cultural que pregava o fim dos dogmas religiosos e o avanço científico.
D - A Reforma Protestante, movimento intelectual e religioso que desejava reviver o cristianismo primitivo dos tempos de Jesus e dos apóstolos.
E - A Contra-Reforma, movimento intelectual e religioso que pregava a defesa do cris¬¬tianismo sem as determinações e interferências papais.

Questão 6: (UFPE) O renascimento contrariou diversas concepções medievais. Nessa perspectiva crítica se destaca a obra de Erasmo de Roterdã, que:
A - aderia aos princípios de Calvino, favorecendo a burguesia;
B - negava a tendência natural do ser humano para a bondade;
C - abominava o catolicismo, aderindo às críticas do reformismo luterano;
D - se colocava contra a intolerância católica com relação aos pagãos;
E - simpatizava com as idéias de Lutero, consideradas liberais e positivas.

Questão 7: (UFPE) O Renascimento e a Reforma trouxeram práticas culturais que alteraram as relações sociais na Europa, constituindo espaço para se pensar diferente do que pensava o mundo medieval, dominado pela Igreja Católica e pelo feudalismo. Com relação a esse tema, podemos afirmar que o Renascimento:
A - não se fundamentou em tradições culturais anteriores, mas buscou uma crítica aos valores religiosos, consagrando o racionalismo de Descartes;
B - deu completa continuidade aos valores culturais do catolicismo medieval, embora criticasse politicamente as práticas da Igreja Católica;
C - teve repercussão cultural em vários países da Europa e influenciou a arte e a literatura da época;
D - desprezou as culturas européias da Idade Média, assimilando apenas os ensinamentos racionalistas de Santo Tomás de Aquino;
E - teve em Miguel de Cervantes uma das maiores expressões literárias e um importante destaque da narrativa na Espanha.

Questão 8: (UFPR) A seguinte passagem do Discurso sobre a dignidade do homem, de Picco della Mirandola (1463-1494), expressa o credo humanista disseminado pelos principais centros culturais da Europa nos séculos XIV e XV: “Eu te coloquei [diz o Criador a Adão] no meio do mundo para que possas mais facilmente ver e contemplar tudo o que nele existe. Criei-te como um ser nem terreno, nem celestial, nem mortal, nem imortal, para que possas ser livre, dar-te forma e superar a ti mesmo. (...) Só a ti é dado o poder de crescer e se desenvolver dependendo da tua própria vontade. Em ti levas os germes da vida universal.” Picco della Mirandola, apud BURCKHARDT, Jacob. A cultura do Renascimento na Itália. Brasília: Editora UnB, 1991. p. 215. Sobre os valores e as idéias do movimento humanista, é correto afirmar:
A - Trata-se de uma reação cultural originada nas universidades e estimulada pela Igreja, com o objetivo de resgatar os primeiros textos produzidos pela tradição patrística.
B - Profundamente religiosos, os humanistas condenavam a vida desregrada e as formas de expressão popular como o carnaval, defendendo um estilo de vida ascético.
C - Apesar de uma atitude crescentemente empírica na investigação da Natureza, os humanistas não negavam seu caráter divino, procurando conciliar o conhecimento com a fé cristã.
D - As idéias religiosas dos humanistas foram expressas através da arquitetura gótica, celebração do poder divino pelas mãos dos arquitetos.
E - Apesar de defenderem a dignidade humana, os humanistas foram detratores do sexo feminino, por julgarem que as mulheres eram licenciosas e corruptoras dos bons costumes.

Questão 9: (UFF/RJ) O Renascimento europeu dos séculos XV e XVI anunciava um novo homem, liberto do véu da teologia, envolvido com a natureza que se torna a medida de todas as coisas, capaz de inovar em todos os ramos do conhecimento e suficientemente curioso para ultrapassar as fronteiras da Europa. A inquietação desse homem renascentista deu-lhe a condição de descobridor do Novo Mundo. (Adaptado de RODRIGUES, Antonio E.M. e FALCON, Francisco J.C. Tempos Modernos. RJ: Civilização Brasileira, 2000.) O texto citado apresenta a grande novidade dos Tempos Modernos: o novo homem. A partir dessa conclusão, assinale a opção que indica melhor o potencial de visão desse novo homem:
A - O homem renascentista construiu um novo mundo – a Ásia –, uma nova filosofia – o Iluminismo – e uma nova forma de religião – o Politeísmo – todos eles resultantes do contato com a América.
B - O homem moderno ocupou-se, principalmente, em construir uma nova religião, amparada no conceito de natureza, povoadas de mitos antigos e baseada no sistema politeísta persa.
C - O homem renascentista, preocupado com seu corpo, desenvolveu as artes como primeiro e absoluto instrumento de realização de sua beleza, levando-o a um processo de alienação que o fez voltar à religiosidade medieval.
D - O caráter universal é a marca que recebe esse homem renascentista, pois a universalidade era a virtude que o colocava no mesmo nível de Deus; por isso, tantas representações literárias e artísticas voltadas para o universo religioso no período.
E - O homem renascentista, apegado à natureza, construiu um novo mundo, que se compunha de uma nova economia – o mercantilismo –, de uma nova política – os Estados modernos – e de um novo lugar de onde ele olhava todas essas coisas: a cidade moderna.

Questão 10: (UFJF/MG) Sobre o Renascimento, assinale a alternativa incorreta:
A - As grandes transformações artísticas do Renascimento começaram na Península Itálica, mas o maior centro de difusão da pintura foi a Inglaterra.
B - Os humanistas desenvolveram novas leituras do cristianismo e propuseram o livre exame das Escrituras sagradas.
C - A teoria de Copérnico derrubou o geocentrismo, ao demonstrar que os planetas giravam em torno do Sol.
D - A expansão ultramarina européia, desde o século XV, contribuiu para as transformações do período, em relação à maneira como os homens viam e pensavam o mundo.
E - As artes passaram por um profundo processo de transformação, especialmente em virtude da utilização da perspectiva.

Questão 11: (UFMT) No século XIV, na Europa Ocidental, uma crise generalizada em meio às transformações que já estavam ocorrendo abalou o sistema feudal. Esse contexto alterou a forma de pensar especialmente da burguesia, refletindo na literatura, nas artes e na ciência, caracterizando, entre os séculos XV e XVI, o movimento cultural denominado Renascimento. Caracteriza esse movimento a:
A - retomada dos valores humanistas da Antiguidade Clássica que privilegiava o homem, por exemplo, os deuses, construídos por ele à sua imagem, tinham forma, personalidade e sentimentos humanos e não eram vistos como seres perfeitos;
B - Crítica à visão antropocêntrica de mundo imposta pelos reis que, ao unificarem seus reinos formando os Estados Modernos, passaram também a impor uma visão de mundo que os colocava como divinos e passíveis de serem adorados;
C - abrangência de uma nova mentalidade que passou a integrar todas as camadas sociais em contraposição ao sistema feudal que, até seu apogeu, dividia a sociedade em estamentos isolados uns dos outros
em todos os sentidos;
D - transição do antropocentrismo para o teocentrismo, demonstrada em obras de arte, a exemplo de pinturas, que passaram a ter como tema o homem no seu cotidiano;
E - origem rural, com financiamento pelos senhores feudais, que percebiam no Renascimento uma estratégia de enfrentamento para deter a burguesia que, naquele momento histórico, aliada aos reis, pretendia tirar-lhes o poder político.

Questão 12: (UEM/PR) O nascimento do Mundo Moderno caracteriza-se por uma série de transformações nas instituições econômicas, sociais, religiosas e nas concepções humanas acerca da natureza e da sociedade. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):
1 - Maquiavel é um bom exemplo de pensador moderno, visto que separa a política da moral religiosa e propõe a criação de um Estado unificado para agregar todas as repúblicas e principados italianos que se encontravam dispersos no início do século XVI.
2 - Inspirado na cultura greco-romana antiga, o Renascimento foi um fenômeno cultural e político tipicamente moderno, possibilitando a eclosão de manifestações artísticas, políticas e filosóficas do modo de vida urbano e burguês, na Europa.
4 - A constituição da moderna monarquia nacional (na França, na Inglaterra, etc.) só se tornou possível com a aliança política estabelecida entre o rei e a burguesia comercial-manufatureira, ambos interessados em destruir o poder político descentralizado dos príncipes e dos barões feudais.
8 - A Revolução Comercial que se desenvolveu a partir do século XV foi um dos acontecimentos marcantes da história moderna, visto que transformou o Oceano Atlântico no eixo principal da navegação comercial européia, e possibilitou o acesso a vastas regiões do globo até então desconhecidas.
16 - A Reforma Protestante Calvinista foi um movimento religioso e político antimoderno interessado na conservação da velha Igreja Católica e da ética econômica produzida por ela durante o período medieval.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 14: (ESPM/SP) Ao estudar o renascimento, o historiador Jean Delumeau considerou que o mesmo passa pela "crítica do pensamento clerical da Idade Média, pela recuperação demográfica, pelos progressos técnicos, pela aventura marítima, por uma estética nova, por um cristianismo reelaborado e rejuvenescido. O regresso às fontes da beleza, do saber e da religião foi apenas um meio de progredir."(Jean Delumeau. A Civilização do Renascimento)
Corel Stock Photos
A imagem mostrada nesse exercício deve ser relacionada a qual das alternativas?
A - Ao afresco "A Escola de Atenas", de Rafael Sanzio, um dos mestres da pintura do Renascimento.
B - É aspecto da tela "A Adoração do Cordeiro", do pintor Van Eyck, um dos grandes expoentes do Renascimento flamengo.
C - Ao afresco pintado por Ticiano, considerado como o grande artista de Veneza.
D - Ao pintor Giotto, considerado um dos precursores da pintura renascentista e ao seu renomado trabalho "Cenas da Vida de Cristo".
E - Ao trabalho de Michelangelo, conhecido como "Juízo Final", afresco pintado na Capela Sistina.

Questão 15: (PUC-RS) Instrução: Responder à questão 06 associando os nomes dos artistas e escritores do Renascimento italiano (coluna A) com as características gerais de suas obras (coluna B).
Coluna A
1. Sandro Botticelli
2. Leonardo da Vinci
3. Giovanni Boccaccio
4. Michelangelo
Coluna B
( ) Escultor e pintor que realizou as obras Pietá, Davi e Moisés, inspirando-se na escultura greco-romana.
( ) Escritor que produziu Decameron em dialeto italiano, obra na qual, com humor, faz uma crítica ao clero e aos costumes da época.
( ) Pintor que, além de ter produzido o retrato mais famoso da história da arte, notabilizou-se como gênio inventivo.
( ) Pintor que, influenciado pela mitologia clássica, concebeu Nascimento de Vênus e Alegoria da Primavera.
A - 1 - 3 - 2 - 4
B - 2 - 4 - 3 - 1
C - 3 - 1 - 2 - 4
D - 4 - 3 - 1 - 2
E - 4 - 3 - 2 - 1

Questão 16: (UFF/RJ) " O Renascimento europeu retirou o véu que encobria o espírito e o fazer humanos na Idade Média. Sem esse véu, o homem pôde respirar um novo tempo e se aventurar na descoberta de si mesmo e do mundo que o rodeava. Pôde olhar as estrelas, percorrer os mares-oceanos, descobrir novas terras e gentes, observar seu corpo e debruçar-se sobre a natureza, percebendo suas forças físicas e químicas. A cada passo, o novo homem saia do mundo fechado medieval em direção ao universo infinito moderno. Aos poucos, novas formas de comunicação foram surgindo, engrandecendo as artes, as ciências e as literaturas. Galileu fechou com chave de ouro esse período quando disse que o livro da natureza estava escrito em caracteres matemáticos." (Adaptado de RODRIGUES , Antonio, E. M. e FALCON, Francisco. Tempos Modernos. RJ: Civilização Brasileira, 2000) Assinale a opção que melhor interpreta as bases culturais do Renascimento europeu.
A - O Renascimento não é devedor de nenhuma cultura da Antigüidade. Sua base cultural foi a escolástica medieval que lhe forneceu condições transformadoras, elevando o pensamento renascentista aos cumes da teologia católica.
B - Um dos pilares das transformações renascentistas foi a Antigüidade Clássica que, com sua sabedoria sobre o ser humano e a natureza, criou condições para a descoberta do homem como sujeito de ações e realizador de transformações, ao contrário do homem medieval, que se via apenas como extensão de Deus.
C - As artes, as ciências e as literaturas, evidências mais significativas da explosão criativa do Renascimento, só avançaram porque tinham, como única base cultural e filosófica, a sabedoria oriental trazida para a Europa, a partir do século XV, nos contatos entre cidades italianas e Bizâncio.
D - O Renascimento é herdeiro da filosofia agostiniana, que deu como lema aos representantes desse novo tempo a célebre frase de Galileu "é dando que se recebe", origem das famosas academias renascentistas.
E - A cultura renascentista não conseguiu retirar, totalmente, o véu que cegava o homem medieval, que continuou a considerar-se mero realizador de um plano idealizado por Deus e a pensar que o universo, todo, era obra d’Ele.

Questão 17: (UFC) "Quando reconsidero ou observo os Estados florescentes, não vejo neles, Deus me perdoe, senão uma espécie de conspiração dos ricos para cuidar de seus interesses pessoais." (MORUS, Tomás. A. Utopia. Porto Alegre, L&PM, 1997 p. 163) Este trecho do livro Utopia, de Tomás Morus, publicado em 1516, no qual o autor descreve um lugar imaginário sem propriedade privada nem dinheiro, onde prevalece a preocupação com a felicidade coletiva, deve ser atribuído ao seguinte movimento:
A - ao Renascimento, movimento de renovação cultural que se preocupava com o homem e sua organização social;
B - ao anarquismo, que pregava a destruição do Estado;
C - ao Iluminismo, que propunha a divisão dos três poderes: legislativo, executivo e judiciário;
D - ao socialismo, que propunha a tomada do poder pelo proletariado;
E - à Reforma Protestante, que questionava o poder da Igreja da Roma de interferir nas políticas nacionais.

Questão 18: (UFG/GO) Dante e Maquiavel conheceram o exílio, Campanella e Galileu foram submetidos à prisão e tortura. Thomas Morus foi decapitado por ordem de Henrique VIII, Giordano Bruno e Etienne Dolet foram condenados à fogueira pela Inquisição, Miguel de Servet foi igualmente queimado vivo pelos calvinistas de Genebra, para só mencionarmos o destino trágico de alguns dos mais famosos representantes do humanismo. (SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento. São Paulo: Atual, 1986. p. 17.) O texto acima indica a tensão estabelecida entre o uso da razão e da fé para a formação do mundo moderno. Pensar racionalmente significava, então, dar um outro sentido às ações humanas e indicar um novo caminho para a humanidade. Com base no exposto, julgue os itens:
A - Em Thomas Morus, o humanismo guarda alguma proximidade com o pensamento medieval expresso, por exemplo, na sua defesa da Igreja Católica por ocasião do casamento de Henrique VIII, o que lhe acarretou a condenação à morte.
B - O fim trágico dos humanistas está relacionado aos conflitos entre visões de mundo concorrentes: o Iluminismo dos humanistas rompia com os postulados renovadores da Doutrina Social da Igreja.
C - Galileu e Kepler possibilitaram uma maior compreensão do cosmos por meio do método do experimentalismo e da observação. Em virtude de seu questionamento da ordem natural e de sua crença na razão, Galileu sofreu um longo processo inquisitorial.
D - Os humanistas eram cristãos, mas conservavam o desejo de submeter a religião a uma atitude crítica fundada no antropocentrismo. Nesse sentido, criavam um espaço de reflexão que retirava da Igreja o monopólio da interpretação dos textos sagrados.

Questão 19: (UFPE) Leonardo da Vinci (1452-1519) é um representante do homem moderno renascentista. Empenhou-se em conhecer leis que regem a natureza e em transformar conhecimento em técnica. Foi um cientista e um artista. Sobre a arte renascentista, é correta afirmar que:
(1) a utilização da técnica de aquarela, na pintura, foi dominante em toda a Itália e proporcionou uma melhor compreensão do mundo;
(2) foi valorizada pela burguesia; entretanto, não adquiriu prestígio social;
(3) foram experimentados novos materiais, como a tinta a óleo e a pintura sobre telas, em substituição à pintura mural, e a utilização de novas técnicas, como a perspectiva;
(4) teve suas primeiras manifestações no norte da Itália, com Giotto;
(5) abordou temas como a dignidade, a individualidade e a racionalidade do homem.
Estão corretas apenas:
A - 1, 2 e 4
B - 2, 3 e 5
C - 1, 4 e 5
D - 3, 4 e 5
E - 2, 3 e 4

Questão 20: (UPE) O quadro de Sandro Botticelli, O Nascimento de Vênus, é uma expressão singular das mudanças artísticas trazidas pelo Renascimento e inspiradas na Antiguidade Clássica. Alguns o consideram a primeira pintura renascentista com tema exclusivamente mitológico e leigo. Nesse sentido, podemos afirmar que:
A - há pouca originalidade na arte renascentista, prevalecendo os modelos clássicos em contraste com a pintura medieval;
B - a pintura renascentista trouxe padrões estéticos renovadores, apesar da importância da influência clássica;
C - a arte renascentista trouxe a profissionalização do artista com o afastamento dos temas religiosos e a ausência da Igreja no financiamento das suas obras;
D - apenas o quadro de Botticelli expressa a influência da mitologia, sendo uma bela e marcante exceção;
E - O mundo renascentista expressou concepções estéticas renovadoras que não tiveram permanência na arte ocidental.

Questão 21: (VUNESP) "O tempo das descobertas foi, ainda, o tempo de Lutero, Calvino, Erasmo, Thomas Morus, Maquiavel,... Leonardo da Vinci, Michelangelo, Van Eyck, da Companhia de Jesus..." (Adauto Novaes, Experiência e destino) O período e os nomes citados no texto correspondem à:
A - cultura do Renascimento científico e artístico italiano, política iluminista e humanista e Contra-Reforma religiosa;
B - cultura iluminista e renascentista, política do absolutismo real e Reforma Presbiteriana;
C - cultura do Renascimento e Humanismo, política absolutista, Reforma e Contra-Reforma;
D - cultura do Renascimento e do Iluminismo, reformas da política absolutista e difusão do paganismo.
E - cultura do Renascimento artístico e científico, Despotismo Esclarecido e políticas de liberdade religiosa.

Questão 22: (PUC-SP) Observe o texto de ARIOSTO, Ludovico. Orlando Furioso. São Paulo: Atelier, 2002. p. 261:
Outras coisas que viu, mui numerosas,
Pedem tempo que o verso meu não dura,
Pois lá encontrou, guardadas e copiosas,
Mil coisas de que andamos à procura.
Só de loucura não viu muito ou pouco
Que ela não sai de nosso mundo louco.
Mostrou-se-lhe também o que era seu,
O tempo e as muitas obras que perdia,
(...)
Viu mais o que ninguém suplica ao céu,
Pois todos cremos tê-lo em demasia:
Digo o siso, montanha ali mais alta
Que as erguidas do mais que aqui nos falta.

O trecho acima, de um livro de 1516, narra parte de uma viagem imaginária à Lua. Lá, o personagem encontra o que não há na Terra e não encontra o que aqui há em excesso. Pode-se identificar o caráter humanista do texto na:
A - certeza, de origem cristã, de que a reza (suplicar ao céu) é a única forma de se obter o que se busca;
B - constatação da pouca razão (siso) e da grande loucura existente entre os homens;
C - aceitação da limitada capacidade humana de fazer poesia (o verso meu não dura);
D - percepção do desleixo e da indiferença humanos (o tempo e as muitas obras que perdia);
E - ambição dos homens em sua busca de bens (Mil coisas de que andamos à procura).

Questão 23: (UFF/RJ) Dentre os temas desenvolvidos pela cultura renascentista há um que se mantém presente até hoje – a utopia – despertando atenção, principalmente, em finais de século. Assinale a opção que se refere à idéia de utopia defendida no século XVI.
A - A idéia de utopia como tema central dos manuais de escolástica que se transformou no valor político mais importante da Igreja romana.
B - A idéia de utopia expressa por São Francisco de Assis, nas suas lições sobre a natureza dos homens e dos animais.
C - A idéia de utopia que revelava o caráter de oposição da Igreja ao novo tempo mundano e secular da renascença.
D - A idéia de utopia apresentada por Maquiavel em sua obra, O Príncipe, na qual defendeu o republicanismo.
E - A idéia de utopia exposta por Thomas Morus, na qual criticava os humanistas que reivindicavam a autoridade soberana do Príncipe.

Questão 24: (CESGRANRIO/RJ) Texto I: "A prensa tipográfica, inventada por Gutemberg, foi a artífice ou, pelo menos, o símbolo da Era Moderna. No início do século XVII, Francis Bacon via a tipografia como um meio para o progresso do conhecimento. Para o clero, a tipografia causou problemas porque permitiu que gente comum estudasse os textos religiosos por sua própria conta e não dependesse daquilo que as autoridades lhe dissessem. Soberanos também se preocupavam com gente comum discutindo e criticando as ações do governo." (BURKE, Peter. Caderno Mais! Folha de S. Paulo, 16 de julho 2000, Adaptado)
Texto II: "Na atualidade, a Internet pode ser considerada como uma das maiores forças de comunicação já instituída pelo homem, uma rede de milhões de computadores interligados, podendo incluir desde supercomputadores, até um PC antiquado. Na Internet estão interligadas empresas, universidades, instituições públicas de todos os países do mundo, além das residências." (M@ARCIO. A Internet e os hackers. São Paulo. Ghantal, 2000, Adaptado) Os textos falam de momentos históricos distintos, porém com um conteúdo comum, e que tiveram profundas repercussões na vida econômica, social e política dos povos.
O principal impacto destes dois fatos em suas respectivas épocas está relacionado à(s):
A - ampliação das informações, proporcionando maior acesso ao conhecimento e modificando o modo de vida das populações;
B - revolução tecnológica que possibilitou o uso de novos instrumentos de produção material dos bens de consumo e conseqüente aumento da riqueza;
C - situação social de amplas camadas da sociedade que logo passaram a desfrutar melhores condições de vida e emprego;
D - mudanças significativas que ocorreram na organização social, sem, no entanto, afetar o sistema de estruturação política dos países;
E - importantes mudanças nas crenças religiosas, que alteraram também os diversos traços culturais dos diferentes povos do mundo.

Questão 25: (UERJ) Marcílio Ficino, intelectual florentino, celebrava o século XV como a idade de ouro do saber, pois fizera ressurgir as artes liberais, a gramática, a poesia, a oratória, a pintura, a escultura, a música e o antigo som da lira órfica; levara a astronomia à perfeição e descobrira os instrumentos para imprimir livros. Essa conjuntura relaciona-se ao movimento histórico denominado:
A - Iluminismo;
B - Liberalismo;
C - Cientificismo;
D - Renascimento.

Questão 26: (CESGRANRIO/RJ) As transformações intelectuais ocorridas na Europa Ocidental entre os séculos XIV e XVI, conhecidas em seu conjunto como Renascimento, caracterizaram a passagem da sociedade da Baixa Idade Média para a Época Moderna. Entre as características do Renascimento pode-se apontar corretamente a(o):
A - supremacia dos modelos teocêntricos em substituição ao geocentrismo para a explicação dos fenômenos naturais;
B - reativação do comércio e das relações culturais entre o Ocidente Europeu e o Oriente;
C - valorização dos ideais medievais ligados à moral aristocrática e às instituições da cavalaria feudal;
D - declínio das concepções naturalistas e individualistas diante do progressivo fortalecimento dos dogmas determinados pelo catolicismo;
E - repúdio às obras artísticas e ao pensamento filosófico produzido pela Antiguidade Clássica greco-romana devido à subordinação da cultura à religião ao final da Idade Média.

Questão 27: (UNIRIO/RJ) Criada pelos humanistas italianos e retomada por Vasari, a noção de uma ressurreição das letras e das artes graças ao reencontro com a Antiguidade foi, seguramente, fecunda (...). Essa noção significa juventude, dinamismo, vontade de renovação (...). Teve em si a inevitável injustiça das abruptas declarações de adolescentes, que rompem ou crêem romper com os gostos e as categorias mentais dos seus antecessores. Mas o termo "Renascimento", mesmo na acepção estrita dos humanistas, que o aplicavam, essencialmente, à literatura e às artes plásticas, parece-nos atualmente insuficiente. (DELUMEAU, Jean. A Civilização do Renascimento. Lisboa: Editorial Estampa, 1983. v. 1, p. 19.) A revisão que o autor nos apresenta com relação ao termo Renascimento aponta para o fato de que a(o):
A - Idade Média não deve mais ser vista como um período de obscurantismo no qual a cultura estava totalmente morta;
B - cultura medieval já realizava um questionamento ao teocentrismo, fato que foi apenas aprofundado pelo Humanismo e pelo Renascimento;
C - ruptura que os humanistas pretendiam com a Idade Média era apenas aparente, pois a suposta inspiração na Antiguidade esteve sempre subordinada aos padrões medievais;
D - obscurantismo medieval não impediu a existência de uma produção artística, embora esta fosse esteticamente inferior à da Renascença;
E - Humanismo ainda imprime ao Renascimento uma visão conformista com relação ao mundo, o que muito se assemelhava ao pensamento medieval.

Questão 28: (FGV/RJ) Fernand Braudel considera o humanismo um "impulso" consciente ou inconsciente, uma "caminhada em direção a uma emancipação progressiva do homem". O humanismo "engrandece o homem, liberta-o, diminui a parte de Deus, mesmo quando não o esquece inteiramente". O historiador francês distingue três tipos significativos de humanismo na história européia: o do Renascimento, o da Reforma e, bem longe deles, no século XVIII, o da Revolução Francesa. (Fernand Braudel. Gramática das Civilizações. São Paulo: Martins Fontes, 1989.)
O humanismo renascentista pode ser corretamente identificado por apenas uma das proposições a seguir. Assinale-a.
A - Legitima a violência ao serviço da igualdade, da justiça social, da pátria e do direito.
B - Propõe uma explicação racional do mundo, baseada no empirismo e no método científico.
C - Dialoga com a tradição clássica, reinterpretando os valores greco-romanos à luz das novas preocupações culturais centradas no homem, considerado, então, como o motor do progresso.
D - Reivindica a emancipação do homem por meio da liberdade de comércio, de trabalho, de produção e de concorrência, opondo-se, em conseqüência, a todo tipo de regulamentação e monopólio.
E - Subordina as noções de ordem, equilíbrio e regularidade à crença de que a intuição do artista deve guiar sua produção.

Questão 29: (PUC-PR) Obra literária que fixou o idioma italiano:
A - Ilíada, de Homero;
B - D. Quixote de La Mancha, de Cervantes;
C - Divina Comédia, de Dante;
D - República, de Platão;
E - De Bello Gallico, de César.

Questão 30: (UFU/MG) Reformas religiosas, Renascimento e Humanismo são movimentos europeus dos séculos XV e XVI integrantes de um mesmo conjunto de fenômenos que, no plano religioso, artístico, cultural e filosófico, revelaram:
A - a intensa vida cultural dos centros urbanos da Itália e da França.
B - o espírito científico e especulador dos intelectuais do período, diretamente ligados à Igreja.
C - a completa identificação entre os valores da Antiguidade Clássica e da modernização européia.
D - a reação anticristã da burguesia européia à dominação religiosa exercida pela Santa Sé.
E - as crises decorrentes do confronto dos comportamentos e idéias da sociedade feudal com aqueles relacionados à sociedade capitalista em formação.

Questão 31: (FIC/PR) A obra de Erasmo de Rotterdam, principal expoente do humanismo cristão na época da Renascença, reflete:
A - um fanatismo em relação à vida, pois achava impossível eliminar a miséria e a injustiça.
B - uma total descrença na razão para eliminar problemas decorrentes da ignorância e do ódio.
C - uma atitude agressiva diante do mundo, justificando a violência e a guerra entre as nações.
D - um pensamento liberal, que demonstrava acreditar na grandeza do homem.
E - uma aceitação humilde e dogmática da religião católica, reflexo do seu espírito piedoso.

Questão 32: (PUC-SP) Nicolau Copérnico (1473 - 1548), Galileu Galilei (1564 - 1642) e Kepler (1571 - 1630) são nomes ligados à revolução científica dos séculos XVI e XVII por terem contribuído para:
A - explicitar a teoria da experimentação com as espécies animais.
B - abalar a crença de uma Terra estática como centro de um Universo limitado.
C - reforçar as idéias de estreita relação entre ciência e religião.
D - retificar as experiências de Newton com as cores e os números.
E - fazer avançar a teoria dos corpos celestes defendida por Francis Bacon.

Questão 33: (URCAMP/RS) “E no meio de tudo, resplandece o Sol. Com efeito, nesse templo esplêndido, que portanto colocaria essa luminária noutro lugar. (...), se não aquele donde pode iluminar tudo ao mesmo tempo? (...). É assim, como efeito, que o Sol, como que repousando sobre o trono real, governa a família dos astros que o rodeiam (...). A Terra concebe o Sol e torna-se grávida, procriando todos os anos.” O texto acima foi extraído da obra:
A - Utopia;
B - De “Revolutionibus Orbium Coelestium”;
C - Suma Teológica;
D - O Elogio da Loucura;
E - O Almagesto.

Questão 34: “Seu herói mais conhecido é um homem modesto que, através de leituras desordenadas, acabou por convencer-se de que era um cavaleiro heróico que deveria partir pelo mundo a fim de realizar os mais elevados ideais de justiça e amor. Embora apresentado sob forma humorística, esse herói é hoje visto como um símbolo dos que, apesar de todas as adversidades, continuam a lutar por um mundo melhor e mais justo.” O escritor que criou esse herói foi:
A - Dante;
B - Camões;
C - Shakespeare;
D - Tasso;
E - Cervantes.

Questão 35: (UNICENP/PR) Numere a coluna de baixo de acordo com a de cima, referente a vultos notáveis da humanidade:
1 – Nicolau Maquiavel
2 – Desidério Erasmo
3 – Rabelais
4 – Thomas Morus
5 – William Shakespeare
( ) “Pantagruel”
( ) “Macbeth”
( ) “Utopia”
( ) “Elogio da Loucura”
( ) “O Príncipe”
Assinale a alternativa que contém a correlação correta, de cima para baixo:
A - 2 – 5 – 4 – 3 – 1
B - 1 – 5 – 4 – 2 – 3
C - 4 – 2 – 1 – 5 – 3
D - 3 – 5 – 4 – 2 – 1
E - 3 – 5 – 1 – 2 – 4

Questão 36: (CESGRANRIO/RJ) O humanismo do século XV e XVI, na Europa, foi o movimento intelectual que levou à eclosão do renascimento artístico, literário e científico, constituindo mesmo a base “filosófica” deste último. Neste sentido é correto afirmar que o humanismo:
1. tentou integrar diversos aspectos do paganismo greco-romano e do cristianismo medieval, associando-os a elementos culturais de origem chinesa e hindu;
2. representou um passo importante no sentido da secularização, ou seja, da compreensão do mundo e do homem a partir do ponto de vista essencialmente terreno;
3. pretendeu encontrar na Antiguidade Clássica os valores morais e estéticos capazes de exaltar o homem e suas criações;
4. preocupou-se apenas com a busca e publicação, após uma crítica minuciosa, dos textos de autores antigos há muito conhecidos.
Assinale:
A - se somente as afirmativas 1 e 2 estiverem corretas;
B - se somente as afirmativas 3 e 4 estiverem corretas;
C - se somente as afirmativas 2 e 3 estiverem corretas;
D - se somente as afirmativas 1 e 4 estiverem corretas;
E - se somente as afirmativas 1, 2 e 3 estiverem corretas.

Questão 37: (UFPR) Julgue se as alternativas abaixo são verdadeiras ou falsas.
Os princípios básicos do Renascimento foram determinados pelo Humanismo,
cujas características eram definidas por:
1 - concepções que pressupunham a idéia do homem passivo e submetido à Divina Providência;
2 - doutrina essencialmente pagã e herética;
4 - nova atitude perante o conhecimento e perante a vida, traduzida na valorização profunda do homem e de suas obras;
8 - idéia de que se estava inaugurando uma nova era, que deveria substituir a Idade Média bárbara, que por sua vez havia destruído o mundo antigo;
16 - universalismo, expansão da cultura e do ideal humanista e renascentista para o conjunto da população, “ralé”, “povo miúdo”, que até então vivia à margem do desenvolvimento cultural.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 38: (UFSC/SC) Sobre o período histórico conhecido como Renascimento, é CORRETO afirmar que:
1 - foi causado pelo desenvolvimento do comércio, pelo crescimento das cidades e pela fuga do misticismo medieval;
2 - teve como características o racionalismo, o realismo e o individualismo;
4 - surgiu na Itália, tendo como principais centros culturais Florença, Veneza e Roma;
8 - houve rejeição, por parte de homens ricos conhecidos como mecenas, aos artistas da época;
16 - são considerados artistas renascentistas: Shakespeare, Miguel Ângelo e Leonardo da Vinci.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 39: (UFPR) No contexto do Renascimento, é correto afirmar que o humanismo:
1 - apoiava-se em concepções nascidas na Antiguidade Clássica;
2 - teve em Erasmo de Rotterdam um de seus principais expoentes;
4 - influenciou concepções que desencadearam a “Reforma Religiosa”;
8 - inspirou uma verdadeira revolução cultural, iniciada na Itália;
16 - contribuiu para o desenvolvimento dos estudos científicos.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 40: (UNESP/SP) Foram características do Renascimento, entre outras:
A - a retomada dos valores da cultura greco-romana; o antropocentrismo; a convicção de que tudo pode ser explicado pela ciência;
B - a reafirmação dos valores da cultura medieval; o deísmo; o caráter civil da produção artística;
C - o repúdio aos valores da cultura greco-romana; o deísmo; o racionalismo;
D - o repúdio aos valores da cultura medieval; o antropocentrismo; a negação de que tudo pode ser explicado pela razão e pela ciência;
E - a valorização da cultura oriental; o humanismo; o caráter eclesiástico da produção artística.

Questão 41: (FGV/RJ) Podem ser apontados como traços característicos da Renascença:
A - a exaltação dos valores culturais medievais e o Humanismo;
B - a sua associação com o mecenato e o pensamento preponderantemente teocêntrico;
C - o antropocentrismo e a preocupação com valores individuais;
D - o acatamento da autoridade do pensamento escolástico e o Naturalismo;
E - o Racionalismo e sua associação com valores da aristocracia rural.

Questão 42: (CEFET/PR) Entre os grandes mestres do Renascimento Artístico, temos um que nos deixou o esboço de inventos, como o helicóptero, o submarino, a metralhadora, o automóvel, o pára-quedas, o tear mecânico, entre outros. Trata-se de:
A - Leonardo da Vinci;
B - Miguel Ângelo;
C - Rafael Sânzio;
D - Sandro Botticelli;
E - Tintoretto.

Questão 43: (CEFET/PR) O notável pintor renascentista italiano que nos deixou obras, como
“A Primavera”, “O Nascimento de Vênus”, foi:
A - Tintoretto;
B - Donatello;
C - Sandro Botticelli;
D - Rafael Sânzio;
E - Ticiano.

GABARITO:
questão 1: B - questão 2: A - questão 3: C - questão 4: E - questão 5: B - questão 6: D - questão 7: C, E - questão 8: C - questão 9: E - questão 10: A - questão 11: A - questão 12: 15 - questão 13: D - questão 14: E - questão 15: E - questão 16: B - questão 17: A - questão 18: A, C, D - questão 19: D - questão 20: B - questão 21: C - questão 22: B - questão 23: C - questão 24: A - questão 25: D - questão 26: B - questão 27: A - questão 28: C - questão 29: C - questão 30: E - questão 31: D - questão 32: B - questão 33: B - questão 34: E - questão 35: D - questão 36: C - questão 37: 12 - questão 38: 23 - questão 39: 31 - questão 40: A - questão 41: C - questão 42: A - questão 43: C

Nenhum comentário:

Postar um comentário